segunda-feira, 23 de abril de 2007

Letras e Sons...

Meu coração é uma máquina de escrever...
As paixões passam...
As canções ficam...
Os poemas respiram as prisões

Pra ler um verso ouvir, escutar meu coração falar...
Até se calar a pulsação...

Meu coração é uma máquina de escrever
No papel da solidão

Meu coração é...
Da era de Gutemberg
Meu coração se ergue...
Meu coração é...
Uma impressão meu coração já era
Quando ainda não era a palavra emoção...

Mas há palavras em meu coração
Letras e Sons
Brinquedos de diversões.

Que passem as paixões...
Que Fiquem as canções...

Dos poemas dos batimentos das teclas da máquina de escrever
Meu coração é uma máquina de escrever ilusões
Meu Coração é uma máquina de escrever,
basta você bater para entrar na minha história...


Permita-me!
Permita-se!


Pedro Luíz





Um comentário:

julio cesar disse...

pergunta ......pra kem vc tira o chapeu????

resposta......para o daniboy

shaushuahsua